122º Aniversário da SF Vermoilense - Para mais tarde recordar...

intercambio 2015Decorreram entre os dias 15 e 23 de novembro as comemorações do 122º aniversário da Sociedade Filarmónica Vermoilense. Este ano, as comemorações foram diferentes e especiais já que contaram com a participação, num intercâmbio cultural, de uma banda filarmónica brasileira, a Banda de Laranjal Paulista.

Numa iniciativa que começou com a vinda do maestro brasileiro Fúlvio Scarme a Portugal, em 2013, a convite do então maestro da SF Vermoilense Paulo Clemente, o intercâmbio foi pensado de forma mais alargada  e contou com a presença de perto de 60 elementos ligados à banda brasileira, entre músicos da banda, músicos convidados e representantes do pelouro da cultura da cidade brasileira.

Foi uma semana intensa de atividades. Começou logo no dia 15 de novembro, com a abertura da exposição fotográfica "Momentos...", por André Malheiro que, ao longo de um ano, acompanhou diversas atividades da nossa banda e retratou momentos únicos dos nossos músicos. A exposição esteve patente na sede da SF Vermoilense entre os dias 15 e 19 de novembro e foi um verdadeiro sucesso.

Na sexta-feira, dia 20, a nossa banda e a banda de Laranjal Paulista atuaram em conjunto no Teatro Cine em Pombal. Com a sala praticamente cheia, foi possível assistir a um belo espetáculo, conduzido à vez pelos maestros Jaime Pascoal (SF Vermoilense), Fúlvio Scarme (Banda Laranjal Paulista) e Daniel Mazzoni (maestro argentino convidado da Banda Laranjal Paulista). Foi uma espécie de prelúdio para o grandioso concerto que haveria de acontecer no domingo seguinte, na sede da SF Vermoilense, para a comemoração do 122º aniversário.

Sábado, dia 21, foi um dia de intenso trabalho, com a preparação da sala e do palco da nossa sede para receber o espetáculo do domingo, e da sala na Igreja de Vermoil, para o almoço de aniversário.

Domingo, dia 22, foi então o grande dia. E nem o tempo frio e por vezes chuvoso arrefeceu a animação e emoção de todos. Começou com uma missa em memória dos antigos músicos e dirigentes da SF Vermoilense. A arruada que estava prevista não foi possível realizar, dadas as condições climatéricas à hora que estava marcada para se iniciar.

Ao almoço juntaram-se cerca de 300 pessoas na cave da igreja de Vermoil, numa confraternização muito bem disposta. Terminado o repasto, era hora de começar o aguardado espetáculo conjunto, na sede da filarmónica. E o espetáculo foi....marcante! Não temos dúvidas que permanecerá durante muito tempo na memória de quem assistiu. Uma vez mais, foi dirigido alternadamente pelos três maestros. A cada peça interpretada seguia-se uma sala inteira de aplausos.

A meio do espetáculo, os discursos. Discursou o nosso presidente, Filipe Leitão, não conseguindo conter a emoção que lhe embargou a voz por diversas vezes. Discursou o Presidente da Câmara Municipal de Pombal, que prometeu o apoio da autarquia na continuação deste intercâmbio, discursou o Presidente da Junta de Freguesia de Vermoil, que se congratulou pelo sucesso de toda a iniciativa, e discursaram todos os maestros. Foi notória a emoção e satisfação na voz de todos. No final do espetáculo cortou-se o bolo de aniversário e cantou-se os parabéns.

Na noite de segunda-feira, dia 23 de novembro, fez-se a festa de despedida da banda brasileira. Houve jantar, um magusto popular e a atuação do grupo de concertinistas "Sons da Sicó". E houve sorrisos, e gargalhadas, e choro, e abraços, e emoção a rodos. Era a hora de despedida e os laços que se criaram em apenas uma semana mostraram o quão fortes eram.

Uma palavra final de ENORME agradecimento a todas as entidades que permitiram de forma mais ou menos direta que este intercâmbio se realizasse, com especial relevo para as famílias de acolhimento. Enche-nos de orgulho ouvir as palavras que ouvimos de agradecimento pela forma como todos os nossos convidados foram recebidos. Se dúvidas havia, ficou provada a hospitalidade do povo Vermoilense.

Sobre a continuidade deste intercâmbio cultural...deixamos um "até já" aos nossos amigos do outro lado do continente.