Historial

A Sociedade Filarmónica Vermoilense foi fundada nos finais do séc. XIX, mais propriamente em 19 de Novembro de 1893, tendo como fundadores o Sr. João dos Santos e António Rodrigues residentes em Pisão, local onde tudo começou...

Não foi fácil um projecto desta envergadura arrancar no meio de fracos recursos como era Vermoil na época. Inicialmente esta instituição, sem sede, recorria a vários locais para ensaiar, muita das vezes nas residências dos músicos. No entanto, com todas as dificuldades inerentes existia uma escola de música que formava novos aprendizes.

Tal como a maioria das associações a Sociedade Filarmónica Vermoilense teve os seus momentos altos e baixos. Em 1965, esta instituição com 72 anos de existência, teve o pior acontecimento da sua história, devido a um incêndio que praticamente destruiu todo o seu espólio. Contudo a direcção não esmoreceu, e com alguns apoios foi possível retomar a sua actividade em Janeiro de 1979.

Inicia-se assim um segundo ciclo que nos leva até aos dias de hoje. Construi-se uma sede que proporcionou condições à valorização social e cultural para todos aqueles que nela participam.

A evolução tem sido lenta mas contínua, após 114 anos de existência actualmente a Sociedade Filarmónica Vermoilense possui 50 elementos e instrumental praticamente novo apesar de incompleto.

De índole pedagógico, conta com uma escola de música que foi profundamente reestruturada há sete anos, tendo como principais objectivos uma metodologia de ensino virada para a criança, um ensino generalizado e outro vocacional. Actualmente conta com 65 alunos e 14 professores com formação superior.

Durante muitas décadas a Sociedade Filarmónica Vermoilense cingiu-se a tocar em festas e arraiais de zonas próximas. Com o seu crescimento e dinamismo, tem vindo a alterar essa norma, participando e organizando regularmente outros géneros de espectáculos.

Várias foram as distinções pelas quais a Sociedade Filarmónica Vermoilense foi agraciada, destacando-se a medalha de Prata pelos Serviços prestados à comunidade atribuída pela Câmara Municipal de Pombal, e ainda em 21 de Outubro de 1997 foi concedido o estatuto de utilidade pública.

Esta Banda tem participado todos os anos em festas tradicionais na zona, executando arruadas, procissões e concertos. Tem participado nos últimos anos em encontros de bandas filarmónicas do Concelho de Pombal.
Em 2006, a Banda da S.F.V. participou no 1.º Concurso Internacional de Bandas, em Vila Franca de Xira.

Em 2007, durante a Presidência de Luís Ferreira, é gravado o projecto “Luzes”, o primeiro da Banda Vermoilense.

Em Setembro de 2007, participou no IX Festival Internacional de Bandas Filarmónicas em Cascais.